Hospital Moinhos de Vento - R. Ramiro Barcelos, 910/701  (51) 3268-9994

Clinica Tympani - Av. Assis Brasil, 1631/301 - Porto Alegre  (51) 3341-1065

Nariz

Obstrução nasal

O nariz é o órgão que tem como função a respiração e olfação. Promove o aquecimento, filtração e umidificação do ar. A obstrução nasal é uma condição que causa bastante desconforto, têm diversas causas, desde processos inflamatórios da mucosa do nariz, deformações anatômicas até presença de pólipos nasais.

 

Desvio do septo nasal

O septo nasal é uma parede que divide o nariz em duas narinas. Esta estrutura é formada por ossos e cartilagem. Ele é revestido pelo mesmo tipo de mucosa que reveste internamente o nariz. Chamamos de desvio do septo, quando esta estrutura encontrasse demasiadamente desviada da linha media ou se apresenta torto para um dos lados, às vezes apresentando um ângulo bem pronunciado como um esporão. Muitas pessoas apresentam desvios de septo, que não causam nenhum problema na função do nariz. Existem também casos em que este desvio necessita ser corrigido para devolver a função adequada no nariz.

 

Rinites

Rinite é uma inflamação das mucosas do nariz. Quase sempre se manifestando por coriza, espirros, pruridos e obstrução nasal. Existem varias causas, desde alergias, resfriados, uso de medicamentos e produtos químicos irritantes. A Rinite Alérgica é apenas um dos tipos. A rinite medicamentosa é muito frequente, pois as pessoas usam medicamentos no nariz sem orientação médica e muitos remédios podem causar rinite crônica, ao invés de curá-la. Na rinite alérgica os sintomas são consequência da resposta do sistema imunológico do próprio indivíduo ao entrar em contato com os alérgenos. Isto é muito comum, principalmente onde o ambiente é poluído e a poeira doméstica é abundante, e em locais úmidos, com mofo.

Sinusites

Sinusite ou rinossinusite é o processo inflamatório da mucosa de revestimento da cavidade nasal e dos seios paranasais.  Atualmente é consenso empregar o termo rinossinusite, já que rinite e sinusite são frequentemente doenças em continuidade.

A mucosa nasal reage aos agentes físico, químico, bacteriano, fúngico ou viral, ou também pode ser decorrente de mecanismos alérgicos.

 

Os sintomas podem ser obstrução nasal ou rinorréia (secreção nasal anterior ou posterior), acompanhados ou não de dor facial, redução do olfato. O diagnóstico é confirmado no exame nasal com presença de sinais endoscópicos de secreção mucopurulenta em meato médio, edema de mucosa ou também por alterações tomográficas mostrando bloqueio do complexo óstio meatal ou dos seios paranasais. O tratamento pode ser clinico ou cirúrgico. O tratamento clinico medicamentoso é baseado em lavagens nasais para liberar as secreções retidas na face, bem como antialérgicos, corticoides e antibióticos. Analgésicos e descongestionantes nasais também são usados para aliviar sintomas. Em alguns casos, uma cirurgia pode ser necessária para corrigir um desvio de septo, desobstruir estruturas que dificultam ventilação das vias respiratórias, que não possam ser solucionadas por meio da medicação.

Alterações do olfato e paladar

Alterações do gosto que chamamos de disgeusia e do paladar que chamamos hiposmia, estão intimamente relacionadas. O olfato é percebido através dos bulbos olfatórios localizados internamente, no topo do nariz. A língua pode detectar apenas gostos doces, salgados, azedos e amargos. Uma boa parte do que é percebido como "gosto" é, na verdade, cheiro. Pessoas com problemas de paladar frequentemente têm um distúrbio de olfato que pode dificultar a identificação do sabor de um alimento, porque o sabor é uma combinação de gosto e cheiro.

 

Problemas de paladar podem ser causados por qualquer coisa que interrompa a transferência de sensações de gosto para o cérebro ou por condições que afetam a forma como o cérebro interpreta tais sensações.